sábado, 4 de fevereiro de 2012

Décimo segundo desafio das BU - Lembranças de Infância

Impossível lembrar da minha infância e não lembrar dos bolinhos de chuva da minha vó...


e do mate doce, oh coisa boa no inverno!!!
quem nunca experimentou, aqui tem a receita.

fui criada na fazenda dos meus avós, até os 21 anos, só sai de lá pra fazer faculdade, quantas saudades daquela terra!!!! colhia fruta no pé!!!

minha família é grande!!! e uma coisa que adorávamos fazer quando eramos pequenos era brincar de Bandeirinha

entre sabores e brincadeiras uma coisa que me remete a infância é o aroma do manjericão, minha bisavó que ja se foi com seus 107 anos, bem vividos, tinha uma plantação de manjericão...

amo esse cheiro!!!

deixo pra vocês este texto lindo...



TUDO O QUE HOJE PRECISO REALMENTE SABER, APRENDI NO JARDIM DE INFÂNCIA...

Tudo o que hoje preciso realmente saber, sobre como viver, o que fazer e como ser, eu aprendi no jardim de infância. A sabedoria não se encontrava no topo de um curso de pós-graduação, mas no montinho de areia da escola de todo dia.

Estas são as coisas que aprendi:
1. Compartilhe tudo;
2. Jogue dentro das regras;
3. Não bata nos outros;
4. Coloque as coisas de volta onde pegou;
5. Arrume sua bagunça;
6. Não pegue as coisas dos outros;
7. Peça desculpas quando machucar alguém; mas peça mesmo !!!
8. Lave as mãos antes de comer e agradeça a Deus antes de deitar;
9. Dê descarga; (esse é importante)
10. Biscoitos quentinhos e leite fazem bem para você;
11. Respeite o limite dos outros;
12. Leve uma vida equilibrada: aprenda um pouco, pense um pouco... desenhe... pinte... cante... dance... brinque... trabalhe um pouco todos os dias;
13. Tire uma soneca a tarde; (isso é muito bom)
14. Quando sair, cuidado com os carros;
15. Dê a mão e fique junto;
16. Repare nas maravilhas da vida;
17. O peixinho dourado, o hamster, o camundongo branco e até mesmo a sementinha no copinho plástico, todos morrem... nós também.

Pegue qualquer um desses itens, coloque-os em termos mais adultos e sofisticados e aplique-os à sua vida familiar, ao seu trabalho, ao seu governo, ao seu mundo e vai ver como ele é verdadeiro, claro e firme. Pense como o mundo seria melhor se todos nós, no mundo todo, tivéssemos biscoitos e leite todos os dias por volta das três da tarde e pudéssemos nos deitar com um cobertorzinho para uma soneca. Ou se todos os governos tivessem como regra básica, devolver as coisas ao lugar em que elas se encontravam e arrumassem a bagunça ao sair. Ao sair para o mundo é sempre melhor darmos as mãos e ficarmos juntos. É necessário abrir os olhos e perceber que as coisas boas estão dentro de nós, onde os sentimentos não precisam de motivos nem os desejos de razão.


"O importante é aproveitar o momento e aprender sua duração, pois a vida está nos olhos de quem souber ver"...

12 comentários:

Sara disse...

Adorei seu poste e tem toda a razão em relação a sua lista, seria muito mais fácil se a aplicarmos no dia a dia... Beijinhos...

brasileirasimsenhor disse...

Adorei a sua postagem querida. E quantas coisas gostosas você recordou. Parabéns. Super bjs , Elo

SHEYLA - DMULHERES disse...

Muito legal seu post e como é bom recordar e viver essa sua infância tão feliz ao lado dos seus!
As regrinhas são todas muito importantes e deveriam ser seguidas sempre.
bjokas
Sheyla.

Cida de Lacerda disse...

OI MIRANDA, DEU ÁGUA NA BOCA, EU TAMBÉM EXPERIMENTEI ESSES BOLINHOS DE CHUVA, AÇUCARADOS FEITOS PELA VÓ, QUE JÁ SE FOI A UM BOM TEMPO.

ALVES ARTESANATO disse...

Lembranças maravilhosa da infância colher fruta no pé é tudo de bom , e lembrar da vó também,goiabada com pão me lembra minha vó materna sempre falo pros meus filhos,sempre que como lembro dela. Linda postagem .

Pr. Bessa disse...

Meus parabéns! Gostei muito do seu blog. Que o Senhor Jesus Cristo te abençoe, abundantemente.

Visite o meu blog e me adicione ao seu. Vamos fazer uma parceria. Aguardo sua confirmação.

Acesse: http://iijesuseocaminho.blogspot.com

Abraços.

CamomilaRosaeAlecrim disse...

Olá Miranda...me lembrei de muita coisa vendo as fotos e lendo o texto!
E o bolinho de chuva, realmente é tudo de bom!
Fique sempre a vontade "lem casa" valeu!
Bjs e ótima semana!
CamomilaRosa

Sílvia disse...

oi amiga, essas lembranças de infância é tudo de bom, temos que agradecer ao grande Pai por ter nos dado infância felizes, obrigada pelas palavras de carinho que deixou prá mim num momento triste que eu tava passando, vocês fazem a diferença em todos os momentos.
Bjos.
Silvia.

Carla Patrícia disse...

Oi Miranda...
Que post mais lindo. Bolinho de chuva, mate doce, manjericão...coisas de casa de vó, que só quem viveu pode fechar os olhos e lembrar como se tivesse acontecido há apenas alguns minutos. Já estava encantada com o post até chegar ao texto do Pedro Bial que transcreveste. Sou professora, alfabetizadora e apaixonada pelo que faço, juntando a emoção das lembranças ao que estava escrito, me derreti feito manteiga!!!Chorei mesmo!

Beijos e bom restinho de domingo!
Carla Patrícia :p
http://pathyarteira.blogspot.com

Jacqueline Ramos disse...

adorei seu post
mate doce hummmmm amo!!!!

estou te seguindo
bjos, boa semana

Unknown disse...

Olá, só uma correção este texto é de Robert Fulghum e não de Pedro Bial! Adorei suas postagens!!! bj

Unknown disse...

Olá, Amei seu blog, só uma correção a fazer, este texto é de Robert Fulghum e não do Pedro Bial!!!! Então "De a Cezar o que é de Cezar" bj